fbpx

Artesanato Brasileiro | Região Nordeste | Parte II

O Artesanato Brasileiro é um dos mais ricos do mundo e garante o sustento de muitas famílias e comunidades. Ele faz parte do folclore e revela usos, costumes, tradições e características específicas de cada região. Artigos feitos à mão com palha trançada, costurados em renda e bonecos de barro. Esses são alguns dos exemplos das técnicas que compõem o trabalho do artesanato nordestino no Brasil. Repletos de cor, qualidade e retrato das tradições de um povo, os itens são excelentes peças para decorar qualquer ambiente que queira levar tons fortes, produtos autênticos e um pouco da história desta região para o lar.

André da Marinheira

Filho o grande escultor Manoel da Marinheira, André já faz parte da galeria dos grandes escultores do Brasil. Ele sempre trabalhou ao lado do pai com os irmãos que também são artesãos e seguiram o ofício de talhar em madeira, animais, santos e outras belíssimas imagens. As peças de André seguem os traços paternos, mas com mais movimento. Especialista em felinos, ele usa a pirografia, técnica que utiliza o fogo para fazer listras de tigres ou as manchas dos corpos das onças. Ele utiliza troncos de imburana, jaqueira e cedro, sempre retiradas de árvores que não dão mais frutos.

Clique aqui para ler mais

Pássaros de Santa Brígida

No sertão da Bahia está localizada a cidade de Santa Brígida, um pequeno município onde o íntimo contato com a natureza local serviu de inspiração e se transformou em fonte de renda para um grupo de moradores. Diretamente do cenário da caatinga, que surpreende com suas paisagens, grande variedade de fauna, flora, recursos hídricos e uma enorme diversidade sociocultural, os artesãos dão vida a galhos de madeira de umburana. Dali nascem pássaros diversos, como galo de campina, canário, nambú, arara, coruja, carcará e tucano.

Clique aqui para ler mais

Os Bonecos de Yang

O artesanato que reaproveita os galhos secos encontrados no chão é uma tradição passada através das gerações em Ilha do Ferro, Alagoas. São vários mestres artesãos conhecidos por esse trabalho incrível. Um deles é Mestre Petrônio, pai de Yang, que produz criaturas imaginárias únicas. Com apenas 18 anos, seu filho herdou o talento e desenvolveu um estilo próprio. Ele representa a nova geração da escola de escultores de madeira da Ilha do Ferro. Com muita maturidade artística, as peças produzidas por ele possuem uma personalidade muito diferente das feitas pelo seu pai.

Clique aqui para ler mais

Artesanato com Recicláveis

No estado da Paraíba existe uma grande tradição no artesanato de recicláveis, principalmente utilizando restos e sucatas do aço, flandres e ferro como materiais. Os artistas responsáveis são, em sua maioria, carpinteiros, marceneiros, mecânicos e serralheiros que descobrem um talento para a arte. A matéria prima reciclada se transformam em brinquedos, luminárias, esculturas, e o que mais surgir da criatividade dos artistas populares. Ao utilizarem materiais que seriam descartados, eles contribuem para uma política de sustentabilidade, que até agrega valor e ajuda a promover o trabalho feito por eles.

Clique aqui para ler mais

Palha de Carnaúba

A Carnaúba é uma das inúmeras palmeiras brasileiras que podem ser aproveitadas para o artesanato. Ela é muito encontrada na região semiárida do Nordeste Brasileiro, principalmente no estado do Ceará, de onde é considerada símbolo. Ela é conhecida também como “árvore da vida”, pois pode ser quase que inteiramente aproveitada. A palha é usada para a produção artesanal, podendo ser transformada em peças como cestas, trançados, bolsas, chapéus e caixas. Essa atividade é uma importante fonte de renda para a população, pois o artesanato feito com trançado é muito apreciado por turistas que visitam a região, além de ser uma excelente fonte de renda alternativa para o período de estiagem.

Clique aqui para ler mais

Renda de Bilros

A renda de Bilros foi trazida para o Brasil pelos portugueses em meados do século 18. Aqui ela foi desenvolvida na região litorânea de diversos estados do país, principalmente na região Nordeste. A renda é produzida sobre almofadas cilíndricas, normalmente recheadas com palha de bananeira. O desenho é feito em papel de cor escura e sobre ele são colocados alfinetes para marcar. As linhas desejadas são amarradas nos bilros e, a partir da movimentação deles em conjunto com a marcação de alfinetes, a peça é construída. O número de bilros utilizados depende da complexidade do desenho a ser feito.

Clique aqui para ler mais

Cerâmica do Ceará

O artesanato em cerâmica da cidade de Cascavel, litoral leste do Ceará, já é reconhecido no país inteiro. Os artesãos responsáveis por esse sucesso estão concentrados na zona rural da cidade, principalmente nas localidades de Moita Redonda e Boa Fé. Unidas por associações e comunidades, no local existem cerca de 80 pessoas que trabalham com o barro. Durante o processo as mulheres são responsáveis pela moldagem das peças coma argila, enquanto os homens fazem o processo de queima, preparo do barro, armazenamento e transporte para os pontos onde será comercializado o produto final.

Clique aqui para ler mais

Xilogravura Cearense

Por definição, a Xilogravura é uma técnica para fazer gravuras como se fosse um carimbo. O desenho a ser impresso é entalhado em uma placa de madeira. Quando finalizado, a tinta é passada tocando apenas as partes em alto relevo do entalhe, que é “impresso” em papel ou pano, revelando a gravura. Através da colonização portuguesa a xilogravura chegou ao Brasil. A técnica já chegou a ser usada para fazer rótulos de produtos como sabonetes e cachaças, mas foi na literatura de cordel, com os poetas populares, que ela se desenvolveu.

Clique aqui para ler mais

Dona Irinéia

Dona Irineia, como é conhecida, é artesã de cerâmica. Ela faz parte de um grupo de remanescentes quilombolas que vivem no pequeno povoado de Muquém, em Alagoas. As peças mais famosas feitas por ela são as cabeças de barro, que recebem diversas encomendas de fora do estado, como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Recife. Ela não sabe ler nem escrever, mas começou a trabalhar com cerâmica para ajudar na renda familiar há cerca de 40 anos. Hoje em dia é considerada uma das melhores artesãs de cerâmica do Brasil, sendo que em 2004 o seu trabalho foi selecionado entre os mais representativos do Brasil pelo Prêmio Unesco de Artesanato.

Clique aqui para ler mais

Os produtos você pode encontrar em nossas lojas:

Fuchic Jardins

Endereço: Alameda Franca, 1.167

Telefone: 11 3085-0434

Celular/Whatsapp: 11 97639-5311

E-mail: jardins@fuchic.com.br

Brasil Presente Guarulhos

Endereço: Aeroporto Internacional de Guarulhos, Terminal 3, Portão 317, Embarque.

Celular/Whatsapp: 11 94540-7910

E-mail: aeroportogru@fuchic.com.br

#nordeste #MestresArtesãos #artepopularbrasileira #artesanatobrasileiro #ArtesanatoBrasileiro #artesanato #renda #esculturas #escultura #madeira #reciclável #couro #trançados #cerâmica #xilogravura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Carrinho (0)

Cart is empty Nenhum produto no carrinho.

Fuchic

O Brasil feito a mão





× Como posso te ajudar?